Em 1971, os Decretos nº 2.115 e 2.116, do Governador Cel Eng. João Walter de Andrade criaram o Plano de Emergência e a Comissão de Defesa Civil do Estado do Amazonas, para atender as populações ribeirinhas vítimas de desastres.

Em 1977, um Decreto do Governador Henoch da Silva Reis, designou então o Comandante Geral da Polícia Militar, Cel PM Mário Perelló Ossuosky, para exercer a função de Coordenador da Comissão de Defesa Civil do Estado.

Com a emancipação do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, pela Emenda Constitucional nº 031 de 29 de novembro de 1998, Art. 116 item II da Constituição Estadual, foi atribuído a esta instituição o planejamento, coordenação e execução de atividades de Defesa Civil.

Com o objetivo de proporcionar um atendimento mais eficaz a população vitimada por eventos climáticos extremos, foi criado pelo então Governador do Estado do Amazonas, Carlos Eduardo Braga, através da Lei Estadual 3.330, de 23 de dezembro de 2008, o Subcomando de Ações de Defesa Civil-Subcomadec, com status de Secretaria de Estado. Na mesma data em 23 de dezembro de 2008, criou-se o Sistema Estadual de Defesa Civil-SIEDC, pela Lei 3.331. Dentro da estrutura deste Sistema o Subcomadec ocupa a função de órgão central. Compete ao Subcomadec articular, coordenar e gerenciar as ações de Defesa Civil no Estado do Amazonas e implementar programas de prevenção, preparação , resposta e reconstrução das áreas atingidas por desastres naturais ou provocados pelo homem. O órgão também tem a missão de promover a mudança cultural da sociedade, com relação à percepção de risco.

 
Atualmente, o titular da pasta é o Cel QOBM Fernando Paiva Pires Junior, que ocupa o cargo de Secretário Executivo de Proteção e Defesa Civil, conforme decreto publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 16 de julho de 2015. O Gestor também é Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).